Exercício físico TEM QUE SER uma obrigação?

Começo esse post perguntando: Por que você faz atividade física? Por que você não faz atividade física? Tente pensar na resposta.

Quando comecei o meu processo de emagrecimento, me matriculei em uma academia que oferecia aulas de ginástica e musculação, como hidroginástica, zumba, jump, pilates, abdômen, bike e até ioga. Na minha cabeça, com uma grade vasta, eu, certamente, encontraria alguma coisa que me fizesse emagrecer. Repare que usei o termo “me fizesse”, como se fosse uma obrigação (e na época era mesmo). Mas, com o passar do tempo, eu percebi que eu tinha uma grande variedade de aulas disponível, mas estava indo para academia apenas 3 vezes na semana, quando eu deveria ir mais, uma vez que queria emagrecer e tinha pressa, quer dizer, meta! hahahaha.

Intuitivamente, eu percebi que fazer atividade física porque eu TINHA QUE FAZER, não estava me ajudando na minha meta. Foi aí que eu observei o que eu estava fazendo e o que eu gostava de fazer:

No início, eu fazia musculação + esteira + zumba + pilates + hidro. Então, eu tentava fazer tudo o que podia fazer, pois acreditava que quanto mais eu movimentasse o meu corpo, mais resultados eu teria. Só que as coisas não foram bem assim….. hahahha ….. Porque , acredite, tudo que a gente faz por obrigação, a gente não faz por muito tempo.  Então, eu me perguntei: Por que eu faço atividade física? Além, é claro, de querer emagrecer, eu queria ter prazer no meu processo de emagrecimento, pois eu sabia que aquela caminhada rumo a um corpo que me agradasse e a um estilo de vida diferente do meu, seria para sempre. (Está aí uma dica: atiidade física não pode ter prazo de validade, tem que ser pra vida). Foi então que eu REdescobri a dança. Me apaixonei de novo.

Digo que redescobri porque eu sempre dancei: fiz jazz, aulas de expressão corporal e dança contemporânea. Mas o sedentarismo me tirou até isso.

A dança, mais especificamente as aulas de zumba e ritmos, com o professor Fernando Santos, da academia Aquarius, era mais do que uma atividade física para perder calorias, era o MEU momento. A hora do dia que eu mais me sentia bem. Quando chegava perto das 17h, no trabalho, eu pensava: “Ai, ainda TEM QUE ir para academia hoje”. Imediatamente eu me lembrava que aquele dia ia ter dança, então a vontade de malhar aparecia. Muitas vezes isso aconteceu.

Zummba
Aula de zumba: TOP TOP TOP

O corpo gosta de se movimentar, porque é da nossa natureza humana. Fomos feitos para nos movimentarmos. Infelizmente, com o trabalho que toma toda a nossa vida, a maioria das pessoas fique mais parada do que se mexendo, então surgem as academias, para possibilitarem que as pessoas se movimentem.

A questão é: quando fazemos a atividade física APENAS para compensar o que a gente comeu-ou pq TEM QUE FAZER-, o que era para ser algo associado ao prazer e as boas energias, torna-se um martírio, uma obrigação. E quais são os riscos de fazermos exercícios que se associam ao que é sofrido? Eu penso que o maior deles é uma pessoa DEIXAR DE FAZER uma atividade física, afinal, ninguém gosta de sofrer. Ninguém sofre por muito tempo. Daí, é MUITO COMUM as pessoas abandonarem as academias e, consequentemente, abandonarem a mudanças de estilo de vida ou até abandonarem o emagrecimento.

A Pesquisadora e Profissional de Educação Física, Paula Costa Teixeira, afirma em sua tese de doutorado que quanto maior é a quantidade de exercício que uma pessoa pratica, maior é a insatisfação corporal. Segundo ela, uma atividade física, nesses casos, nunca é suficiente, nunca preenche, pois ela tornou-se uma obrigação. E eu concordo muito com esse tese porque comigo foi assim. Quando eu me dei conta disso, intuitivamente, eu decidi me dedicar às atividades que me davam prazer. A partir daí o emagrecimento foi consequência.

Com aulas de zumba e a musculação (Sim, eu adoro musculação! Me julguem hahaha) foram as atividades que eu mais fiz. Não gosto de caminhar, não gosto de correr na esteira, não gosto de jump e tenho preguiça de hidroginástica. Mas dançar? Ah … dançar é um tesão absurdo. Passei a malhar cinco vezes na semana: segunda, terça, quarta, quinta e sábado. Fazia dança 3 vezes na semana e musculação todos os dias. Adorava.

amigoss
Amigos das aulas de zumba no meu aniversário, em NOV 2016

Eu era daquelas que esperava pelas aulas de zumba, não via a hora de chegar ao dia em que eu teria aula de novo. E por gostar, eu me dedicava, ouvia as músicas em casa, dançava na frente do espelho, me empenhava e passei um dançar cada vez mais e melhor. No primeiro dia de aula eu ficava no fundo da sala. No último dia de aula eu já estava na frente, dançando com o professor (sou dessas hahaha).

Tudo isso é para dizer que é preciso encarar uma atividade física com outros olhos. Como prazer  e não como obrigação. E quando a gente faz por prazer, permitimos experimentar novas relações, como fazer amigos. Além de tudo, a zumba eraum momento de encontros.

zumba
Minha “última” aula de zumba- “última” entre aspas, porque nada é para sempre

Agora, iniciei o Muay Thai em substituição à zumba, porque mudei de academia, como contei here. Vou sentir uma saudade enorme, já sei. Mas estava inviável. Em relação ao Muay Thai, eu adorei a luta. Vou com prazer. E mantenho a musculação, que eu ADORO. Eventualmente, corro na esteira, por gosto de um cardio forte. Passei a gostar de aeróbico porque as aulas do Fernando me proporcionaram condicionamento físico para esse tipo de atividade forte. Tá vendo, galera, está tudo interligado. Uma coisa puxa a outra.

(Mas eu continuo odiando jump.)

E vc, por que (não) faz atividade física?

 

Anúncios

2 comentários sobre “Exercício físico TEM QUE SER uma obrigação?

  1. Yara Valen disse:

    Poxa… Eu acho que meu corpo nao gosta de se movimentar porque tenho contratempos e outros afazeres e tais…Varios motivos,bla bla bla sempre..kkkk. Mas eu sonho em ter um corpo saudavel e bonito.
    Toda vez que leio suas postagens, reflito muito sobre fazer exercícios.. Um grande bjus Amanda ..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s